Páginas

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O Contexto Tradicional e o Contexto Digital da Recuperação da Informação nas Bibliotecas

Angela Maria Dalla Torre
Bibliotecária
Biblioteca Setorial da COU - SB/UEL

Nos dias atuais fica praticamente impossível não estabelecer parâmetros entre os meios de comunicação impressos (livros, revistas, jornais, etc.) com os eletrônicos (Internet, e-books, e-mails, chat, etc.) como meios de disponibilização de acesso à informações. Os meios de comunicação impressos enfrentam atualmente uma grande concorrência com os meios digitais. A tecnologia digital vem sendo cada vez mais utilizada por bibliotecas, sejam elas universitárias, públicas ou municipais, mas também por centros de documentação, arquivos e outros ambientes de comunicação e informação. De acordo com Alvarenga (2001)

O advento do mundo digital ocasionou, entretanto, novas mudanças no trabalho de autores e bibliotecários, fazendo com que estes, de repente, envolvessem-se com novas possibilidades tecnológicas, diretamente incidentes nos processos de produção, armazenagem, tratamento e recuperação de documentos e informações, alterando de forma radical seus processos de trabalho e produtos finais.

Cada vez mais os periódicos científicos estão disponibilizando seus artigos on-line e os livros sendo publicados em forma de e-books. Conforme Araújo, Galdo e Artigo (2008)

Os livros e trabalhos técnicos sofrem diretamente o impacto dos avanços das tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). Pois com a tecnologia digital cada vez mais convergente e com a sociedade cada vez mais adepta a dispositivos digitais em substituição do conhecimento no formato impresso resulta em uma pressão para a indústria tradicional da informação e de sua cadeia de distribuição.

No contexto tradicional o principal aspecto do tratamento da informação é de facilitar o acesso à informação aos usuários de uma determinada biblioteca. No contexto digital o que tem causado grande diferencial são as Tecnologias da Comunicação e Informação (TICs) que são recursos que os profissionais da informação fazem uso em grande proporção para enfrentar as mudanças ocorridas.
A sociedade está praticamente inserida no convívio com as novas tecnologias. Dias (2001) define contexto digital como “um meio de facilitar o acesso a coleções que já existiam há muito tempo, com variada dificuldade de acesso, mas cujas eventuais facilidades providenciadas em nada poderiam se comparar às facilidades que a Internet pode propiciar”.
As TICs têm causado grandes transformações que estão ocorrendo em todos os lugares e em todos os setores, de uma maneira ágil e muito rápida, tanto na produção de comunicação quanto de conhecimentos. “As tecnologias informacionais podem aumentar a autonomia dos indivíduos e multiplicar suas capacidades cognitivas, como por exemplo, a extensão da memória em longo prazo e a leitura individualizada de hipertextos” (LIMA, 2002, p.87).
É inegável que o ambiente digital se tornou uma realidade e veio pra ficar. Também está claro que, para uma parcela da população, ainda há dificuldades em ter acesso às novas tecnologias e que é preciso um empenho maior por parte do governo federal, estadual e municipal para reduzi-las, dando condições às bibliotecas, sejam elas universitárias, públicas, especializadas, escolares, e outras unidades de informação, condições de atuarem com toda tecnologia possível.

Referências
ALVARENGA, Lídia. A teoria do conceito revisitada em conexão com ontologias e metadados no contexto das bibliotecas tradicionais e digitais. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v. 2, n. 6, dez. 2001.
Disponível em:<http://dgz.org.br/dez01/Art_05.htm>. Acesso em: 15 mar. 2014. 
ARAÚJO, Thiago Souza;GALDO, Alessandra; ARDIGO, Julíbio David. Conteúdos digitais de livros na sociedade do conhecimento. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 5, out. 2008.
Disponível em:<http://www.dgz.org.br/out08/Art_05.htm>. Acesso em: 15 mar. 2014. 
DIAS, Eduardo Wense. Contexto digital e tratamento da informação. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v.2, n.5,out. 2001. 
Disponível em: <http://www8.fgv.br/bibliodata/geral/docs/contextodigital.pdf>. Acesso em: 15. Mar. 2014.
LIMA, Gercina Angela Borém de O.; PINTO, Liliam Pacheco; LAIA, Marconi Martins de. Tecnologia da informação na sociedade. Informação & Informação, Londrina, v.7, n.2, p.75-94, jul./dez. 2002. Disponível em:<http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1699/1450>. Acesso em: 15 mar. 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário