Páginas

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Preservando o Livro Impresso


Postado por Osny Fracisco Terciotti
                         Bibliotecário da Divisão de Circulação da Biblioteca Central


A conservação e a preservação dos acervos garantem o acesso à informação, contribuindo para o desenvolvimento das pesquisas no âmbito da universidade e auxiliando na disseminação do conhecimento humano.
As universidades têm por missão a transmissão e a criação do saber (TARAPANOFF,1981), e a biblioteca universitária exerce papel extremamente importante nestas atividades, pois preservando estes materiais, permite também o  acesso à informação, auxiliando na produção intelectual.
Os materiais bibliográficos estão expostos a alterações física, química e biológica que comprometem a sua estrutura física, ocasionando prejuízo a quem necessite das informações contidas nestes materiais degradados.
Atualmente, dentre os vários tipos de suportes utilizados para registrar o conhecimento humano, o papel, no formato livro impresso, é o mais comum, porém, está mais suscetível às ações já mencionadas, deixando-os frágeis e danificados.
Para reduzir os danos nos livros, a conservação preventiva torna-se uma aliada fundamental e com grande poderio no prolongamento de sua “vida útil”; então, devemos reforçar nossa atenção para a melhor forma de se conservar o conhecimento humano produzido e registrado em suporte papel.
Nosso alvo está na divulgação e esclarecimento sobre quais procedimentos são necessários para a conservação preventiva, orientando e conscientizando aqueles que utilizam os livros para estudo ou que trabalham em uma unidade de informação.
Ao manusear os livros corretamente estaremos prolongando seu uso e permitindo que outras pessoas também façam uso de suas informações. Portanto, deixaremos aqui algumas dicas úteis e de fácil aplicação denominadas de dez mandamentos da conservação preventiva:

                     1 - Higienizar periodicamente o acervo, eliminando a poeira, fuligem outras impurezas que possam existir.
                     2 - Não fazer grifos nos livros com caneta esferográfica, marca texto ou lápis.
                     3 - Não marcar as páginas com clipes ou fazendo dobras.
                     4 - Não colar folhas soltas ou rasgadas com durex, esparadrapo ou fita adesiva.
                     5 - Não usar o livro como apoio, para se sentar ou se proteger da chuva.
                     6 - Ao retirar o livro da estante, não puxar pela parte superior do mesmo, mas pegar pelo meio da lombada.
                     7 - Não entrar com alimentos ou bebidas dentro da biblioteca.
                     8 - Não se alimentar ou fumar próximo aos livros.
                     9 - Não expor o livro à luz solar.
                   10 - Em dias de chuva proteger os livros com sacolas plásticas.
REFERÊNCIAS

CORADI, J. P. ; EGGERT-STEINDELL, G. Técnicas básicas de conservação de acervos bibliográficos. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.13, n.2, p.347-363, jul./dez., 2008

TARAPANOFF, K. Objetivos de bibliotecas universitárias. Revista
Latinoamericana de Documentación, Brasília, v. 1. n. 1/2, p. 13-17, 1981.

VALLE, C. A. Subsídios para uma política de preservação e conservação de acervos em bibliotecas universitárias. 1991, 118f. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia e Documentação) – Faculdade de Estudos Sociais e Aplicados, Universidade de Brasilia, Brasília, DF, 1991.



Nenhum comentário:

Postar um comentário