Páginas

quinta-feira, 19 de maio de 2016


NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS: POR QUÊ É PRECISO?

Natali Silvana Zwaretch 
Bibliotecária da Divisão de Referência do SB/UEL


A importância da normalização de trabalhos acadêmicos incide em premissas básicas concernentes à produção e disseminação do conhecimento e está presente em diversas áreas, tanto no comércio, na indústria e nos trabalhos científicos, no intuito de dar confiabilidade e qualidade na transferência da informação. 
A ausência do uso da normalização na produção científica, resulta em documentos incompletos que acabam excluindo informações importantes, dificultando a localização e identificação. Com a adesão de padrões normativos, obtem-se qualidade e confiabilidade (MEADOWS, 1999).
A normalização de trabalhos científicos/acadêmicos é igualmente importante na avaliação dos cursos realizada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) para reconhecimento, credenciamento e avaliação das condições de ensino. Segundo o Manual de Verificação in Loco das Condições Institucionais (BRASIL, 2002), é exigido que a biblioteca tenha um programa de treinamento de usuários que ensine a normalizar os trabalhos e as NBR disponíveis para normalização de documentação, sendo considerado item essencial o apoio na elaboração de trabalhos acadêmicos (ficha catalográfica e normalização bibliográfica).
Observa-se que, a eficiência e qualidade nos resultados da produção do conhecimento científico segue métodos, regras e técnicas definidas por normas brasileiras e padrões institucionais.
A qualidade da apresentação dos trabalhos acadêmicos é alcançada por meio da normalização, que equilibra a padronização e a simplificação no ato de elaborar o trabalho científico, além de facilitar o processo de comunicação e o intercâmbio da informação (UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ, 2013, p. 2).
Santos e Sampaio (2014, p. 154) ressaltam que “o uso das normas gera como consequência, credibilidade, segurança, economia e facilidade de intercâmbio, atualmente conhecido como intercambialidade [...]”, permitindo assim uma recuperação mais eficaz de documentos, além de garantir uma padronização na disseminação de seu conteúdo.
Prestes (2009) salienta que as normas existem para facilitar o trabalho realizado, tanto por acadêmicos como pesquisadores, sendo um documento que fornece diretrizes, regras para atividades, com o objetivo de ordenar com qualidade determinada informação.
Visando todas essas premissas, o Sistema de Bibliotecas da Universidade Estadual de Londrina - UEL, tem disponível em seu acervo as normas da ABNT (Informação e documentação), referentes à normalização de trabalhos acadêmicos e disponibiliza em sua página na Internet uma apostila com regras básicas para apresentação dos trabalhos, modelo de lombada e modelo de capa padrão (http://www.uel.br/bc/portal/).
As principais normas utilizadas na correção dos trabalhos são: 
NBR 14724/2011: Trabalhos acadêmicos – Apresentação; NBR 6023/2002: Referências – Elaboração; NBR 10520/2002: Citações em documentos – Apresentação; NBR 6024/2012: Numeração progressiva das seções de um documento; NBR 6027/2012: Sumário; NBR 6028/2003: Resumo.
Diante desse cenário, o Sistema de Bibliotecas da UEL, realiza atividades voltadas para essa finalidade, como: Disque normas - atendimento prestado pelo telefone 3371-4610, com esclarecimentos e/ou orientações; Orientação das normas - pode ser tanto presencial, por telefone, chat ou email, quanto às dúvidas pontuais, enquanto o aluno desenvolve seus trabalhos; Normalização dos trabalhos (ABNT, APA, VANCOUVER), conferência da apresentação formal, estrutura, citações e referências bibliográficas e Treinamentos de normalização de trabalhos científicos – aula ministrada pelos bibliotecários por meio de agendamento dos alunos ou professores interessados. Durante os treinamentos os alunos expõem suas dúvidas, sendo possível ter um feedback de suas necessidades, possibilitando assim, uma maior interação bibliotecário/usuário.
Todas essas atividades e/ou serviços são realizados por um profissional bibliotecário, pois requerem conhecimento específico. Esse profissional faz com que a utilização das normas deixe de ser um problema, passando a ser uma solução, e ainda faz o elo de ligação entre as normas e o usuário.
Mesmo com todas as atividades citadas acima, e com tantos anos de serviços prestados pelo Sistema de Bibliotecas da UEL, infelizmente, observa-se que, ainda existem muitos alunos, pesquisadores e até mesmo professores que desconhecem esses serviços. Assim, o usuário, mesmo com trabalhos de excelente contéudo, perde valor na apresentação final, pela falta de uma normalização adequada.
Portanto, é de extrema importância que alunos de graduação e pós-graduação compreendam e utilizem as normas de documentação da ABNT em seus trabalhos acadêmicos (dissertações, teses, trabalho de conclusão de curso de graduação, especialização e/ou aperfeiçoamento), bem como, reconheçam os padrões utilizados pela UEL, visto que o resultado da produção científica com a normalização possui valor equivalente na qualidade final de um trabalho. 
Sempre lembrando à comunidade acadêmica que, o bibliotecário é o profissional indicado para orientar, sanar dúvidas pontuais e facilitar o entendimento e uso das normas, para que a produção do trabalho seja concluída com êxito.


REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. Manual de verificação in loco das condições institucionais. Brasília: MEC, 2002.

MEADOWS, Arthur Jack. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos, 1999. 

PRESTES, Roseli Senna. A normalização como fator de qualidade ao trabalho acadêmico. 2009. Disponível em: http://www.webartigos.com/ artigos/a-normalizacao-como-fator-de-qualidade-ao-trabalho-academico/25055/#ixzz41mSEfJlj . Acesso em: 2 mar. 2016.

SANTOS, Eunice de Oliveira Frazão Pereira dos. A importância da normalização bibliográfica para a elaboração de trabalhos acadêmicos. 2012. 86 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Biblioteconomia) – Centro Universitário de Formiga - Unifor, Formiga - MG, 2012.

SANTOS, Mara Roxanne Souza; SAMPAIO, Denise Braga. Normalização na prática: um breve relato sobre normalização. InCID, Ribeirão Preto, v. 5, n. 1, p. 151-165, mar./ago. 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. Biblioteca Universitária. Guia de normalização de trabalhos acadêmicos da Universidade Federal do Ceará. 2013. Disponível em: http://www.biblioteca.ufc.br/images/arquivos/ documentos_tecnicos/guia_normalizacao_trabalhos_ufc_2013.pdf. Acesso em: 2 mar. 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário