Páginas

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Portal de Periódicos Científicos da Universidade Estadual de Londrina

Postado por Laudicena de Fátima Ribeiro
Bibliotecária do Sistema de Bibliotecas da UEL


O processo de globalização tem como uma de suas características a internacionalização da ciência, no qual se torna, a cada dia, mais visível a facilidade no processamento, difusão e transmissão da informação.
A revolução tecnológica e a rápida disseminação da informação promovem rápidas transformações, em espaço de tempo cada vez menor, e a atividade humana é superada por outra, antes mesmo que se tenha uma reflexão do modelo na construção de um novo conhecimento.
Na busca por este conhecimento, reconstroem-se modelos de acesso livre e irrestrito à informação. O movimento mundial de acesso livre à informação teve início na década de 90, surgindo a partir de premissas como: o aumento do custo das assinaturas das revistas científicas; o pagamento pelas universidades e institutos de pesquisa para terem acesso ao conhecimento cientifico publicado em revistas científicas e a democratização da informação.
Acompanhando este cenário mundial, o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), lançou no Brasil um manifesto de apoio a esse movimento, onde consta uma série de recomendações à comunidade cientifica. A partir desse manifesto várias outras ações foram desenvolvidas, tais como a absorção, tradução, customização, aperfeiçoamento e distribuição de tecnologias para o tratamento e disseminação da informação, que dão suporte às ações de acesso livre, como por exemplo: o Sistema Eletrônic de Editoração de Revistas (SEER), customizado a partir do Open Journal Systems (OJS), software de gerenciamento e publicação de revistas eletrônicas desenvolvido pelo Public Knowledge Project (PKP) da Universidade of British Columbia.
Incutida neste processo, a Universidade Estadual de Londrina, por meio do Sistema de Bibliotecas, iniciou o trabalho de conscientização dos editores de revistas científicas publicadas pela instituição. Com o apoio da Assessoria de Tecnologia da Informação, pode-se instalar o sistema SEER, criando assim, o Portal de Periódicos Científicos da UEL.
Alguns periódicos já nasceram em meio eletrônico, outros foram digitalizados e inseridos no sistema, como é o caso das quatro áreas da Revista Semina (Agrárias, Biológicas, Humanas e Tecnológicas), digitalizada desde seu primeiro número em 1978.
O Sistema de Bibliotecas da UEL é responsável pelo gerenciamento do Portal, além de ofertar treinamentos e apoiar os editores no processo de editoração, normalização, indexação e publicação dos periódicos científicos.
Com a chamada “Era Digital”, o Sistema de Bibliotecas da UEL vem envidando esforços para acompanhar as tendências tecnológicas, oferecendo à comunidade serviços e informações que satisfaçam as necessidades dos usuários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário