Páginas

quarta-feira, 30 de abril de 2014

TECNOLOGIA DE COMUNICAÇÃO: O USO DO CELULAR NO COTIDIANO DOS ESTUDANTES, UMA MUDANÇA DE COMPORTAMENTO

Postado por
Eliane M. S. Jovanovich
Bibliotecária – BS/EAAJ
Suelen Souza Ribeiro
Técnica de Biblioteca – BS/EAAJ

Não é de hoje que as tecnologias de comunicação têm alterado significativamente o comportamento dos indivíduos no seu cotidiano.
Fonte: Web
Um bom exemplo é o smartphone que com os mais variados aplicativos e funções, facilita a vida das pessoas, de forma a mantê-las conectadas.
O fluxo da informação captada por um smartphone e compartilhada através da internet é incalculável. Esses aparelhos possuem câmeras digitais de alta resolução muitas vezes melhor que algumas câmeras digitais do mercado.
Há tempos observa-se aqui na Biblioteca Setorial do Escritório de Aplicação de Assuntos Jurídicos da UELBS/EAAJ a mudança no comportamento dos alunos na busca das informações; os dispositivos móveis em especial o telefone celular passou a ser uma ferramenta para registrar as informações.
Num passado remoto os alunos emprestavam os livros para estudar ou para fazer fotocópia. Hoje essa realidade mudou; continuam fazendo o empréstimo domiciliar, porém, dependendo da necessidade da informação e dos fatores que dificultam ou impossibilitam o acesso, com apenas alguns cliks do telefone celular os alunos apoderam-se das páginas dos livros.
Fonte: Web
Muitas vezes, pela dinâmica de atendimento dos alunos, o argumento para tal comportamento é a falta de tempo para realizar o processo de empréstimo e ir até um local fazer fotocópia, ou a facilidade em fotografar por portar um aparelho celular.
Os alunos fotografam, filmam e gravam até a matéria escrita pelo professor em sala de aula,  e compartilham com seus amigos, por meio da internet.
 
 Muitos materiais tais como: apostilas, capítulos de livros, anotaçõeparticulares e até livros inteiros são fotografados e compartilhados, seja por e-mail ou elas diversas redes sociais existentes, o que não podemos esquecer   é que será replicado, o que pode acarretar em  questões dos direitos autorais.
Um aplicativo muito utilizado é o CamScanner  que transforma o celular em um scanner, permitindo que vários tipos de documentos sejam escaneados, através da câmera do dispositivo, e salvos em PDF, agilizando a vida de professores e alunos. Ele é gratuito e tem versões para Android e iOS.
Em março de 2014  foi divulgado através das mídias sociais o protesto dos alunos do curso de Direito da USP com a aula sobre os 50 anos da Ditadura Militar no Brasil, diversos alunos filmaram, gravaram, fotografaram de seus celulares e postaram na rede social youtube, conforme o vídeo abaixo, o que possibilitou vários compartilhamentos que geraram uma comoção que repercutiu nacionalmente (LELLIS, 2014).
O aumento significativo de informações e o surgimento das tecnologias de comunicação propiciaram o que hoje chamamos de “sociedade da informação”, acarretando essa mudança no comportamento dos indivíduos na forma de buscar e adquirir informação e conhecimento.
De um modo geral, com o surgimento dessas tecnologias e o uso efetivo das mesmas, mudou-se a forma de aprender e ensinar. Cabe à biblioteca ser receptiva e acompanhar efetivamente essas transformações.
Diante deste contexto, as bibliotecas universitárias, bem como os bibliotecários, precisam oferecer novos serviços demandados pelos “novos usuários”.
       Carvalho e Silva (2009, p. 129) reforçam a ideia de que as bibliotecas e os bibliotecários precisam estar preparados para as mudanças que as tecnologias trazem para as suas práticas.
São, portanto os serviços adaptados às novas tecnologias, com ênfase à Internet, que fazem e farão com que a instituição biblioteca e o bibliotecário, enquanto sujeito participante dessas transformações possa continuar fazendo parte do processo de crescimento e desenvolvimento de uma sociedade.
       Santos e Urbina  (2002, p. 2) também ressaltam a importância das bibliotecas se adequaram ao novo perfil de usuário, pois "Se elas não forem preparadas, mediante as ferramentas que se oferecem para a melhoria de seus serviços e produtos, não estarão habilitadas para enfrentar as demandas que ora se apresentam."
      Os bibliotecários devem ter uma nova postura, que segundo os mesmos autores "Uma nova atitude deve ser adotada pelos bibliotecários no sentido de oferecer aos clientes serviços com qualidade, rapidez, precisão e atualidade, sendo para isto necessário investir no treinamento de recursos humanos e, assim estabelecer uma nova cultura no ambiente de trabalho, voltada para a apresentação de serviços com alto nível de qualidade, evitando-se o retrabalho e o desperdício e indo ao encontro dos interesses, desejos e necessidades dos usuários."(SANTOS e URBINA, 2002, p. 2).
    É evidente que novas posturas devam ser adquiridas pelos bibliotecários, pois os usuários mudaram totalmente seu comportamento.
      Hoje os aparelhos celulares são tão poderosos, tomaram uma proporção tão grande na vida das pessoas. O que pode ser confirmada na indagação de Napoleone (2014) “a relação mais íntima que temos é o celular, ele sabe mais sobre a gente do que qualquer pessoa.” Eles deixaram de ser acessório para serem a extensão do corpo humano, para comprovar isso, basta olharmos ao nosso redor.
                                    
 REFERÊNCIAS
CARVALHO, Luciana Moreira; SILVA, Armando Malheiro da. Impacto das tecnologias digitais nas bibliotecas universitárias: reflexões sobre o tema. Informação e Sociedade: estudos, João Pessoa, v.19, n.3, p. 125-132, set./dez. 2009. Disponível em: http://www.ies.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/3898/3132. Acesso em: 08/04/2014.

LELLIS, Leonardo. Alvo de protesto, professor de Direito diz que atendeu pedidos. Revista Consultor Jurídico, 2 abr., 2014. Disponível em:< http://www.conjur.com.br/2014-abr-02/notas-curtas-alvo-protesto-professor-direito-atendeu-pedidos>. Acesso em: 07 abr. 2014.

NAPOLEONE, Luciana. O bibliotecário jurídico na área pública: prática e desafios.  São Paulo, 30 jun. 2013. (Palestra proferida no CRB8).

SANTOS, Aloísio André dos; URBINA, Lígia Maria Soto. Inovação da tecnologia de informação na biblioteca do ITA. In: XXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Curitiba – PR, 23 a 25 de outubro de 2002. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP2002_TR15_0814.pdf. Acesso em: 08/04/2014.