Páginas

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Estantes virtuais

Biblioteca Digital da UEL disponibiliza informação e conhecimento à comunidade acadêmica e à população

Plínio Venditto


A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da Universidade Estadual de Londrina foi implantada em 2005 com a finalidade de criar e disponibilizar bases de dados digitais em texto completo da produção científica, tecnológica, artística e cultural da UEL. Partindo do princípio de que toda universidade é detentora da geração de informação e conhecimento, os quais são inacessíveis ao público em geral, e ao utilizar a Internet com o site www.bibliotecadigital.uel.br, a Biblioteca Digital da UEL possibilita um importante ambiente de acesso, integrando produtores, distribuidores e usuários.
É realidade que novas tecnologias de informação e comunicação interagem no cotidiano das pessoas, e dessa forma impulsionam as instituições de ensino a buscarem modernização continua em suas estruturas com o objetivo de disseminar essa informação e esse conhecimento à sociedade, tornando-se também uma questão essencial para o desenvolvimento e maturidade da pesquisa científica brasileira.
Tendo como parâmetro que uma biblioteca universitária deve suprir as necessidades informacionais da comunidade acadêmica no desempenho de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, o Sistema de Bibliotecas da UEL focou sua preocupação na produção do conhecimento dos pesquisadores da Instituição, disponibilizando-o em uma base de dados digitais. Hoje, o banco de dados é composto de 2.650 trabalhos e já foram contabilizados mais de 113.130 downloads de textos. Também há de se ressaltar que a Biblioteca Digital exerce papel de fundamental importância, uma vez que é considerada um grande diferencial para as avaliações dos cursos da Instituição junto a CAPES e ao MEC.

                               Sistema

O sistema utilizado na Biblioteca Digital é o Nou-Rau, desenvolvido pela UNICAMP. A exemplo da UNICAMP, a BD da UEL, desde sua implantação, foi concebida como um sistema integrado, inclusive disponibilizando teses e dissertações dos cursos em nível de pós-graduação (Stricto Sensu).
A Biblioteca Digital da UEL compõe a Rede Brasileira de Bibliotecas Digitais de Teses e Dissertações, coordenada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT). Em âmbito internacional, fará parte da Networked Digital Library of Theses and Dissertations (NDLTD), coordenado pela Virginia Institute of Technology and State University (Virginia Tech).
O comprometimento institucional é imprescindível para a qualidade da Biblioteca Digital. A universidade pública deve ter o compromisso de disponibilizar o conhecimento desenvolvido em seu espaço, não apenas à comunidade acadêmica, mas à população em geral.


Inserção na base de dados

Todas as dissertações defendidas na UEL devem, obrigatoriamente, ter uma cópia em CD-ROM encaminhada à Biblioteca Central, juntamente com termo de autorização do autor e orientador no qual determina a data em que seu trabalho poderá ser divulgado na Internet. Após ser recebido e registrado na base interna da BC, é realizada a descrição temática da obra e, posteriormente, a inserção no sistema automatizado da biblioteca. Na seqüência, o trabalho é padronizado dentro das normas da ABNT, ou outras como APA, VANCOUVER e IEE, seguindo os critérios específicos da Biblioteca Digital. Em seguida, é convertido em formato PDF.
Concluídas essas etapas, o trabalho é inserido no site da BD sendo disponibilizado para consultas e donwloads, obedecido o prazo estipulado ou restrições que forem impostas pelo autor/orientador. Todas as inserções efetuadas são registradas para efeito de controle estatístico mensal. No próprio site da Biblioteca Digital é registrada a quantidade de acessos e donwloads efetuados pelos usuários que buscarem os documentos. (P.V.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário