Páginas

terça-feira, 9 de abril de 2013

“HORIZONTES DA ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO”

Postado pela
Profa. Dra. Brígida Maria Nogueira Cervantes 

Biblioteca Central da UEL recebe por doação dois exemplares do livro "Horizontes da Organização da Informação e do Conhecimento" organizado pela Profa. Dra. Brígida Maria Nogueira Cervantes, pesquisadora lotada no departamento de Ciência da Informação da UEL, atual coordenadora do Mestrado Profissional em Gestão da Informação.



A principal motivação para a produção desta obra foi a de reunir pesquisas de diferentes autores e Escolas de Ciência da Informação e Biblioteconomia do Brasil, os quais têm como interesse de estudo a Organização da Informação e do Conhecimento. Diante desse contexto, apresentamos Horizontes da Organização da Informação e do Conhecimento

A coletânea está organizada em oito capítulos e é destinada aos que buscam entendimento mais aprofundado de assuntos relacionados à Organização da Informação e do Conhecimento. Todavia, os autores não têm como pretensão abordar todos os aspectos históricos e filosóficos a respeito dos assuntos, nem todos os filósofos ou as correntes filosóficas sobre os conteúdos tratados. O leitor irá se deparar com algumas abordagens de natureza essencialmente teóricas, outras que se configuram como resultados de pesquisas, como também revisões de literatura.

O primeiro capítulo elaborado por Giulia Crippa trata “Os Sentidos da Ordem: narrativas literárias, visuais e cinematográficas sobre linguagens, catálogos e apropriação da informação”.

O segundo capítulo elaborado por Jorge de Barros Pires e Miguel Luiz Contani discute “O Caráter Normativo da Semiótica para a Organização da Informação e do Conhecimento”.

Em seguida, Silvana Drumond Monteiro apresenta “A Dobra Semiótica e os Agenciamentos Maquínicos: por uma ontologia das Tecnologias da Informação e Comunicação”.

O “Tesauros Conceituais e Ontologias de Fundamentação: aspectos interdisciplinares na representação de domínios de conhecimento” são destacados por Maria Luiza de Almeida Campos e Jackson da Silva Medeiros.

O próximo capítulo aborda em “Uma Perspectiva Diacrônica de Parâmetros e Modelos de Construção de Tesauros” por Brígida Maria Nogueira Cervantes e Mariângela Spotti Lopes Fujita.

As “Folksonomias e Dublin Core: contribuições para a descrição de recursos web” são estudados por Maria Elisabete Catarino e Ana Alice Baptista.
O capítulo a seguir elaborado por Rosane Suely Álvares Lunardelli e Paulo de Tarso Galembeck
expõe sobre “A Metarrepresentação do Assunto em Resumos de Textos Científicos: reflexões iniciais de uma proposta de estudos”.

Finalizando, o capítulo oito  discute “ O Ensino de Representação Descritiva nos cursos da área de Ciência da Informação no Brasil e Portugal” elaborado por Terezinha Batista de Souza.

Em seu conjunto, esta coletânea traduz o esforço de pesquisadores de diferentes Escolas do país envolvidos com a área da Organização da Informação e do Conhecimento. Tais contribuições reunidas pretendem suscitar novos momentos de troca e construção em torno desse campo de estudo que ganha proeminência a cada oportunidade de interação acadêmica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário