Páginas

sábado, 11 de agosto de 2012

11 de Agosto, Dia do Advogado!


Postado por
Eliane M. S. Jovanovich e
Angela Maria Dalla Torre
Bibliotecárias da BSEAAJ/UEL 

São os homens e não as leis que precisam mudar.
Quando os homens forem bons, melhores serão as leis.
Quando os homens forem sábios, 
as leis por desnecessárias, deixarão de existir.
Mas isto, será possível somente,
quando as leis estiverem escritas 
e atuantes no coração de cada um de nós.

                      Em uma área que que vive em constante transformação como o Direito, é preciso estar constantemente renovando-se profissionalmente, pois a advocacia exige muito do pensamento e que o ADVOGADO esteja sempre atualizado, ou seja, estar estudando sempre.
O ADVOGADO é um eterno batalhador, inicia sua batalha na graduação, posteriormente a aprovação pela Ordem dos Advogados o Brasil - OAB , que reprova cada vez mais candidatos por ano, com provas cada vez mais complexas como se fosse um concurso público, e continua por toda sua carreira que é feita de disputas e batalhas judiciais em defesa dos cidadãos.
O ADVOGADO é um defensor dos interesses de seus clientes,  sendo uma peça fundamental para que a justiça seja administrada e assegurada a todos.
Um ADVOGADO deve ter paixão pela leitura, uma memória exímia, capacidade de reflexão, uma excelente argumentação, ter domínio da língua portuguesa formalmente, ser comunicativo, expansivo e ter uma ótima habilidade emnegociação. TROMBIM (2006, p.1)  descreve muito bem em seu texto o que é ser ADVOGADO.

Ser Advogado é olhar no espelho de manhã e enxergar o outro. Aquele ser exatamente igual a você, que sofre pela falta de liberdade, moradia, afeto, trabalho, educação e respeito.  É acreditar na função social do direito como prática transformadora. É nunca perder a fé na humanidade.
Márcio Barbosa Zerneri - Diretor do EAAJ/UEL

Advocacia ou Docência?
Advoguei durante alguns anos e, ao mesmo tempo, acalentei o sonho de ser professora na Universidade Estadual de Londrina. Hoje, com dedicação exclusiva ao Magistério Superior não advogo mais. Contudo, antes da docência existe a advocacia que me permitiu alcançar o sonho de ser professora e o que me emociona e gratifica é o dia-a-dia, é o contato com os alunos, a alegria de viver contagiante e a possibilidade de ser para eles um bom exemplo. Então, quero continuar o caminho que escolhi e compartilhar o conhecimento, ver o crescimento dos alunos com quem convivo diariamente, como pessoas e profissionais de bem, percebê-los um exemplo para mim também e, sempre, continuar tentando a aprender a me tornar um ser humano melhor.
Ana Claudia Duarte Pinheiro – Coord. de Colegiado do Curso de Direito/UEL

Ser advogado é muito mais do que uma simples profissão, ser uma advogado consiste no exercício da profissão para obter os recursos econômicos necessários às atividades vitais pessoais e da família, mas acima de tudo o exercício da advocacia consiste num estado de espírito, a atividade toca a alma do advogado, que mesmo defendendo uma pessoa física ou jurídica que tenha cometido um ilícito, as vezes gravíssimo, deve empenhar-se para obtenção do sucesso almejado. Deve agir com ética, com honestidade em relação aos seus clientes e aos colegas.
Antonio Carlos Lovato – Docente do Curso de Direito da UEL

Ser advogado é ser como o bom samaritano que, com espírito altruista não vê qualquer impedimento, deixa de lado todo preconceito, e luta pelo Direito para ajudar ao seu selhante nos momentos de maior adversidade.
Adimas André Biguinati – Aluno do 5º ano do Curso de Direito da UEL.

Independente dos resultados das causas que defendem, os ADVOGADOS estão sempre protegendo e defendendo seus clientes e devem se sentir orgulhosos de uma profissão que exercem em favor da justiça e da paz social.  Uma pergunta fica no ar: Para você, o que é ser ADVOGADO?

PARABÉNS PELO SEU DIA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário