Páginas

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Bibliotecários participam da cerimônia que homenageou professores doutores da casa, que se destacaram nas suas atividades como educadores

Postado por Aparecida Josefina Panício Caitar
IIzabel Maria de Aguiar
 Maria Aparecida dos Santos Letrari 
Bibliotecárias do Sistema de Bibliotecas da UEL

                Foi realizado no dia 09/11, no Anfiteatro do Centro de Estudos Sociais Aplicados (CESA), a partir das 19h30, a cerimônia que homenageou professores doutores da casa, que se destacaram nas suas atividades como educadores, pesquisadores e precursores nas áreas de atuação, tendo inclusive obtido destaque nacional.
Foram homenageados os professores Carlos Roberto Appoloni, do Departamento de Física e as professoras Asae Sakurada Endo, do Departamento de Bioquímica e Keiko Takashima, do Departamento de Química.


              O título de professor emérito, de acordo com o Regimento Interno da UEL, é concedido apenas a docentes da casa que se destacaram pelas atividade acadêmicas, considerando o ensino, a pesquisa e a extensão. A honraria precisa ser aprovada com maioria de votos pelo Conselho Universitário. A votação no caso deles foi unânime.
             Na ocasião estiveram presentes, a diretora do Sistema de Bibliotecas da UEL, profª. drª. Maria Elisabete Catarino e as bibliotecárias Aparecida Josefina Panício Caitar, Maria Aparecida dos Santos Letrari e Izabel Maria de Aguiar.
 


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Portal de Periódicos Científicos da Universidade Estadual de Londrina

Postado por Laudicena de Fátima Ribeiro
Bibliotecária do Sistema de Bibliotecas da UEL


O processo de globalização tem como uma de suas características a internacionalização da ciência, no qual se torna, a cada dia, mais visível a facilidade no processamento, difusão e transmissão da informação.
A revolução tecnológica e a rápida disseminação da informação promovem rápidas transformações, em espaço de tempo cada vez menor, e a atividade humana é superada por outra, antes mesmo que se tenha uma reflexão do modelo na construção de um novo conhecimento.
Na busca por este conhecimento, reconstroem-se modelos de acesso livre e irrestrito à informação. O movimento mundial de acesso livre à informação teve início na década de 90, surgindo a partir de premissas como: o aumento do custo das assinaturas das revistas científicas; o pagamento pelas universidades e institutos de pesquisa para terem acesso ao conhecimento cientifico publicado em revistas científicas e a democratização da informação.
Acompanhando este cenário mundial, o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), lançou no Brasil um manifesto de apoio a esse movimento, onde consta uma série de recomendações à comunidade cientifica. A partir desse manifesto várias outras ações foram desenvolvidas, tais como a absorção, tradução, customização, aperfeiçoamento e distribuição de tecnologias para o tratamento e disseminação da informação, que dão suporte às ações de acesso livre, como por exemplo: o Sistema Eletrônic de Editoração de Revistas (SEER), customizado a partir do Open Journal Systems (OJS), software de gerenciamento e publicação de revistas eletrônicas desenvolvido pelo Public Knowledge Project (PKP) da Universidade of British Columbia.
Incutida neste processo, a Universidade Estadual de Londrina, por meio do Sistema de Bibliotecas, iniciou o trabalho de conscientização dos editores de revistas científicas publicadas pela instituição. Com o apoio da Assessoria de Tecnologia da Informação, pode-se instalar o sistema SEER, criando assim, o Portal de Periódicos Científicos da UEL.
Alguns periódicos já nasceram em meio eletrônico, outros foram digitalizados e inseridos no sistema, como é o caso das quatro áreas da Revista Semina (Agrárias, Biológicas, Humanas e Tecnológicas), digitalizada desde seu primeiro número em 1978.
O Sistema de Bibliotecas da UEL é responsável pelo gerenciamento do Portal, além de ofertar treinamentos e apoiar os editores no processo de editoração, normalização, indexação e publicação dos periódicos científicos.
Com a chamada “Era Digital”, o Sistema de Bibliotecas da UEL vem envidando esforços para acompanhar as tendências tecnológicas, oferecendo à comunidade serviços e informações que satisfaçam as necessidades dos usuários.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Selo em comemoração ao Centenário do Nascimento do ator brasileiro Mário Lago (1911-2002).

Enidelci A. Zaquia e Izabel M. de Aguiar
Bibliotecárias da BC
 
No sábado, dia 26/11/11, as bibliotecárias Enidelci A. Zaquia e Izabel M. de Aguiar estiveram representando a Biblioteca Central da UEL, no lançamento do selo em comemoração ao  Centenário do Nascimento do ator brasileiro Mário Lago (1911-2002).
 
Mário Lago Mário Lago  foi ator, compositor, radialista, escritor, poeta, autor teatral, militante sindical e político.
 
Esta cerimônia aconteceu na Biblioteca Pública Municipal de Londrina, e marca o primeiro dia de circulação do selo, acontecendo somente nas cidades do Rio de Janeiro e Londrina, exatamente no dia do aniversário do homenageado
 
A realização deste lançamento em Londrina teve sua base na atividade cultural da cidade, em especial ao teatro. Com esse evento, os Correios buscam homenagear a história do teatro londrinense e também da região, além de ressaltar as atividades da Escola Municipal de Teatro FUNCART, o curso superior em Artes Cênicas da  UEL(Universidade Estadual de Londrina) e o FILO (Festival Internacional de Londrina).
 
Nitis Jacon foi a convidada de honra, além da presença de várias autoridades londrinenses. 
 

Edison Maschio fez a doação de um exemplar autografado para a Biblioteca Central da UEL

Enidelci Zaquia e Izabel Aguiar
Bibliotecárias da BC
 
O jornalista e escritor Edison Maschio, fez o lançamento da 2ª edição de seu livro Escândalos da Província, dia 26/11/11 na Biblioteca Pública Municipal de Londrina, e fez a doação de um exemplar autografado para a Biblioteca Central da UEL. Na ocasião estiveram representando a BC/UEL, as bibliotecárias Enidelci Zaquia e Izabel Aguiar.
 
A obra é considerada o primeiro romance totalmente escrito, ambientado e publicado na cidade de Londrina. Escândalos da Província foi publicado originalmente em 1959. Na época, o livro provocou uma grande polêmica, gerando muitos comentários pela cidade. Isto fez dele um verdadeiro fenômeno editorial: a tiragem de 2 mil exemplares se esgotou em pouco mais de uma semana.
 
Ainda hoje Maschio atua como colaborador na imprensa londrinense. É o mais antigo jornalista em atividade na cidade.
 
Escândalos da Província (1959) foi o primeiro livro publicado por Maschio. Em 1984 ele lançou Raposas do Asfalto, que pode ser considerado como uma continuação de seu primeiro romance. Edison Maschio é também o autor de diversos álbuns históricos sobre a cidade, entre eles Londrina: 60 anos. Em 2010, lançou o livro de memórias intitulado Histórias Ocultas. É membro da Academia Londrinense de Letras, Ciências e Artes de Londrina.

Sistema de Bibliotecas da UEL utiliza CHAT para Atendimento On-line

Neide Maria J. ZANINELLI e Maria Aparecida S. LETRARI
Bibliotecárias da Divisão de Referência/ BC-UEL

O Sistema de Bibliotecas da UEL, pensando em melhorar os serviços e atendimento ao usuário, implantou o sistema de CHAT para atendimento on line. O serviço surgiu da necessidade de se ampliar um canal de comunicação da biblioteca com seus usuários, possibilitando-lhes uma nova forma de acesso aos serviços disponíveis. Assim, este serviço proporciona ao usuário remoto resolver suas dúvidas e solicitações em tempo real com os atendentes.
Esta iniciativa da biblioteca faz parte de uma série de serviços WEB 2.0 que vem sendo planejado desde 2010, desenvolvido e implantado gradativamente, como exemplo:  Blog, Twitter, Flickr (já existentes). Assim, o serviço de referência da biblioteca está se readequando às novas formas de atender as expectativas informacionais de seus usuários, buscando neste “Atendimento Online” garantir um atendimento mais personalizado, com qualidade e agilidade. Acreditamos que o Serviço por meio de CHAT pode ser também um ponto de contato para receber solicitações, sugestões e reclamações.
O sistema escolhido foi o LiveZilla (2010), um software gratuito com interface de atendimento web, e contou com auxilio da ATI (Assessoria de Tecnologia de Informação) da UEL, tanto na escolha do software quanto na implantação do sistema.
Vantagens em ter um CHAT para o atendimento:
Þ   Atendimento em tempo real;
Þ   Contato humano no site via chat com um atendente;
Þ   Visualização se atendentes estão online ou offline;
Þ    Interface amigável
Þ    Sistema permite controle estatístico de atendimentos

Este sistema permite ainda que se utilize alguns recursos administrativos disponíveis no sistema para posterior avaliação do serviço, como:
Þ    Controle de TMA (Tempo médio de atendimento), picos de atendimento;
Þ    Mensagens pré-gravadas para facilitar o contato e evitar desperdício de tempo ao digitar as mesmas frases cada vez que um novo cliente entra em contato;
Þ    Controle de tempo da fila de espera;
Þ    Armazenamento do diálogo que permite consultas, inclusive de chat anônimo;
Þ    Fila de espera por atendentes;
Þ    Possibilidade de transferência de atendimento entre operadores

O serviço está disponível na página inicial do Sistema de Bibliotecas da UEL (www.uel.br/bc), e funciona das 8h às 22h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 8h às 16h30min.
Enfim, a implantação do atendimento online por chat em tempo real é um desafio enriquecedor, pois evidencia uma mudança na postura das bibliotecas, gerando uma nova forma de pensar e de construir a entrevista de referência, ao mesmo tempo em que exige maior capacitação da equipe e estabelece um parâmetro cada vez mais alto de excelência e qualidade do atendimento.