Páginas

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Nova diretoria da CBBU tem como suplente da Região Sul a diretora do Sistema de Bibliotecas da Universidade Estadual de Londrina-UEL



Postado por Maria Aparecida dos Santos Letrari
(bibliotecária da Divisão de Referência)



A Nova Diretoria da Comissão Brasileira de Bibliotecas Universitárias - CBBU foi eleita no dia 09 de agosto de 2011, em assembléia realizada na cidade de Maceió, durante XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação - CBBD.
A Diretora do Sistema de Bibliotecas da UEL, Profa. Dra. Maria Elisabete Catarino, representada na assembléia pela bibliotecária Maria Aparecida dos Santos Letrari, foi eleita como suplente da Região Sul I (Santa Catarina e Paraná). 
Composição da nova diretoria:
Presidente: Luiz Atilio Vicentini - UNICAMP
Vice Presidente: Valéria Maria Soledade de Almeida - UFG
Diretora de Finanças: Viviane Carrion Castanho - UFRGS
Diretora de Planejamento e Marketing: Narcisa de Fátima Amboni - UFSC
Secretária: Rosa Maria Vivona Bertolini Oliveira - PUC-Campinas
 Região Sul I  (Santa Catarina e Paraná)
 Titular: Lucia Marengo - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
 Suplente: Maria Elisabete Catarino - Universidade Estadual de Londrina - UEL
             O presidente eleito apresentou os novos integrantes da comissão e declarou que nessa gestão pretende buscar o fortalecimento das bibliotecas universitárias brasileiras, visando maior integração e empreendedorismo.
Para concretizar esse princípio de gestão, foram estabelecidas várias ações, inclusive propostas junto aos órgãos governamentais (estaduais e federais) e associações brasileiras ligadas ao ensino superior, tais como: a) criação de um programa nacional de remodelação e expansão das bibliotecas universitárias; b) formulação ou adequação de políticas públicas em relação às bibliotecas universitárias, visando melhoria constante de produtos e serviços oferecidos às comunidades acadêmicas; c) dar continuidade à publicação da Revista Informação e Universidade, com a adoção de critérios exigidos para a indexação e visibilidade em bases de dados internacionais; d) buscar e disseminar ferramentas inovadoras de gestão para as bibliotecas universitárias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário