Páginas

segunda-feira, 13 de junho de 2011

O SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UEL E A ACESSIBILIDADE

Postado por Eliane Jovanovich
(bibliotecária, coordenadora da comissão de acessibilidade do SB/UEL)

A atual administração do SB/UEL instituiu vários grupos e comissões de trabalho, visando a qualidade nos serviços prestados à comunidade, bem como, o atendimento aos quesitos de autorização e reconhecimento de cursos. Um dos grupos trata da questão de acessibilidade, legislada pelo Decreto nº 5.296 de 02 de dezembro de 2004 e pela Portaria nº 1.679 de 02 de dezembro de 1999 do MEC, as quais dispõem sobre a exigência de requisitos de acessibilidade para pessoas portadoras de deficiências vinculando-os ao processo de autorizações e reconhecimentos de cursos.
A comissão de Acessibilidade, composta por 11 servidores, iniciou suas tarefas com um diagnóstico das bibliotecas pertencentes ao sistema. Pode-se observar que algumas ações já foram realizadas, tais como: readequação da estrutura física, construção de rampas, sinalização, aquisição de móveis adaptados, equipamentos de tecnologia assistiva, entre outras.
Dentre os resultados dos trabalhos da comissão pode-se destacar a participação da coordenadora do NAC (Núcleo de Acessibilidade da Universidade Estadual de Londrina), a psicóloga Ingrid Caroline de Oliveira Ausec, na Comissão de Acessibilidade do SB. Por meio deste trabalho conjunto está sendo efetuado um levantamento dos usuários potenciais e reais da UEL, portadores de necessidades especiais; bem como a identificação de suas necessidades para a efetiva readequação da estrutura da UEL.
Esta parceria também propiciou a participação da coordenadora da Comissão de Acessibilidade do SB como colaboradora na Coordenação da Sala de Recursos de Acessibilidade do NAC. A ideia é criar espaços comuns para a inclusão dos portadores de necessidades especiais.
a proposta não é criar espaços e ambientes separados, para uso exclusivo das pessoas portadoras de deficiências, o que seria uma outra forma de discriminação, e sim, pensar sistemas e ambientes que possam ser utilizados por todos. (MAZZONI et al.,  2001, p.30)
A parceria com o NAC só vem somar visto que o núcleo trabalha com profissionais multidisciplinares dispostos a buscar e conhecer essa comunidade especial. Todas as bibliotecas do SB/UEL estão sendo remodeladas na medida do possível, com equipamentos, readequações de mobiliários, inclusive uma das propostas é sinalizar as bibliotecas do SB em Braille e em Libras.
Em conjunto com o NAC serão ministrados cursos de Libras para os funcionários de atendimento de cada biblioteca, contribuindo para a qualidade do atendimento. O mais importante deste trabalho em conjunto é verificar que é possível modificar para tornar as bibliotecas do SB/UEL realmente acessíveis, acabando com barreiras, inclusive as barreiras atitudinais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário