Páginas

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Exposição Museus e Memórias

A Comissão de Ações Culturais do Sistema de Bibliotecas da UEL estará promovendo, no período de 16 a 27 de Maio de 2011, no espaço de exposições da biblioteca central, a exposição “MUSEUS e MEMÓRIA: Museu Histórico de Londrina Pe. Carlos Weiss”.
Nesta ocasião o Museu Histórico de Londrina disponibilizará uma pequena mostra do seu acervo.
O Museu Histórico de Londrina foi inaugurado em 18 de setembro de 1970 e a partir de 1974 tornou-se órgão suplementar da Universidade Estadual de Londrina, vinculado academicamente ao Centro de Letras e Ciências Humanas.
Desde 10 de dezembro de 1986, ocupa o prédio da antiga Estação Ferroviária de Londrina, que por suas linhas arquitetônicas constitui-se em marco histórico da origem inglesa da colonização de Londrina e do Norte Novo do Paraná.
Tem como missão desenvolver ações de resgate, preservação e divulgação do patrimônio cultural de Londrina e região, procurando tornar visível a trajetória histórica de sua sociedade; dar suporte ao ensino, pesquisa e extensão e promover a reflexão crítica da realidade histórica, contribuindo para a renovação e melhoria da qualidade de vida e da dimensão cultural da população.
Possui um acervo de aproximadamente 50 mil peças (fotografias, álbuns fotográficos, negativos de vidro, negativos flexíveis, slides, filmes de 16mm e 35mm, quadros, discos, depoimentos gravados de pioneiros de diversas profissões em fitas K-7 e Vídeo).

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Acesso Livre: reflexões

Postado por
Profa. Dra. Maria Elisabete Catarino

O texto “Acesso Livre: uma questão de opção e luta” de Hélio Kuramoto, além de outros textos postados no blog do mesmo autor, trazem à luz uma discussão que precisa ser urgentemente incentivada no meio científico das instituições de ensino superior e de pesquisa brasileiras.
Conforme o autor apresenta, 80% dos registros de repositórios no ROARMAP (Registry of Open Access Repository Material Archiving Policies) são de instituições americanas, canadenses e européias. Num futuro próximo, nós, pesquisadores brasileiros, teremos mais facilidade em acessar as publicações das instituições internacionais, constantes em repositórios digitais de acesso livre, do que as nossas próprias produções científicas.
O tema acesso livre vem ao encontro das expectativas do sistema de bibliotecas da UEL, no sentido de que as metas principais de execução desta gestão, para a disseminação da produção científica, são: a ampliação da nossa biblioteca digital de teses e dissertações, o portal de periódicos científicos e a implementação do Repositório Institucional científico.
Somos solidários ao movimento Open Access, que objetiva tornar acessível, e consequentemente, visível no cenário internacional por meio da Web, toda a publicação científica da nossa comunidade. Trata-se de um novo cenário para a disseminação da produção científica. Produção esta que é resultado de pesquisas executadas em sua grande maioria com recursos públicos e que devem ser disseminadas de forma livre.
Sugerimos a leitura dos textos postados no blog do Hélio Kuramoto